Netscope

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Fui jantar ao ... House of Wonders.



Fui jantar ao lindíssimo restaurante House of Wonders em Cascais, uma noite fantástica recheada de paladares e cores deliciosas. A variedade de sabores enchem-nos a alma.

É um espaço cheio de cor e encanto, cada recanto enche-se de pequenos pormenores que nos fazem ter vontade de lá voltar só para poder experimentar cada cadeira, cada mesa.

O espaço tem 4 pisos com temas diferentes onde podemos degustar petiscos deliciosos num menu feito diariamente com os produtos da época.

O espirito é o da partilha - Mezze - e os pratos escolhidos apropriam-se desse espirito. E foi assim que estivemos, em partilha





A casa é lindíssima e com uma localização privilegiada, dividida em quatro pisos sendo  que um deles é um terraço acolhedor, cheio de romantismo com uma vista fantástica sobre Cascais.
A simpatia com que fomos recebidos foi contagiante.
No piso térreo um restaurante com um vasto menu diário que acompanha as estações do ano, recheado de escolhas vegan.
No primeiro piso um espaço novo dedicado à batata doce, com um forno no meio da sala onde tudo acontece.
No segundo piso um bar de sumos recheado de frutas e legumes.
E no topo o terraço que mesmo em dias de frio apetece ficar.





Cada pedaço das diferentes salas inspira, as cores e as formas enchem-nos de boas conversas, os espelhos refletem-nos e lembram-nos como é bom conviver na companhia de boa comida, e o próprio espaço conta-nos uma estória em cada peça, em cada desenho nas paredes, nada ali parece feito ao acaso apesar da variedade de pormenores. 
Jantámos numa mesa que era uma porta antiga, sentamo-nos em diferentes cadeiras, conhecemos cada parte da casa acompanhados pelas simpáticas anfitriãs que nos foram contado as estórias que enchem de cores o espaço.







Provámos as especialidades de batata doce laranja com pesto e um delicioso chutney de dióspiro e tomate com os sabores da estrela de anis, acompanhado com um pão pita integral e um ratatoille.
Acompanhámos tudo isto com uma limonada quente e aromática.

De seguida partilhámos Baba ganoush, kibe, uma salada de couve roxa com pimentos, beringela com feijão preto, courgete assada no forno com tomate, puré de batata doce e um humos rico em tahine, com uma caneca de vinho quente, um aroma divino. Imaginem!!!!

Como se não estivéssemos satisfeitos terminámos a refeição com uma rica fatia de bolo de cacau com gengibre e uma sobremesa crua de framboesa, côco e abacate numa base de amêndoas, caju e tâmaras (sem açúcar), acompanhadas por um chá de hortelã para ajudar à digestão de maravilhosa partilha. 











Saímos de coração cheio e de barriga ainda mais cheia, e com a sensação de como é bom ser-se vegetariano numa cidade recheada de bons restaurantes onde ir comer mas também passar bons momentos - Mezze.

Aconselho que experimentem!





















Sem comentários:

Enviar um comentário